sábado, 18 de setembro de 2010

Múltipla escolha

Terminei de ler agora... , achei bacana a forma como a autora escreveu sobre todas as idades , das crianças aos idosos, de forma leve e gostoso de ler.

Um trecho do livro...

“Como raramente cumprimos esses mandados, já; ao levantar de manhã nos acompanha a sensação de que algo está; errado conosco: dúvida e frustração. Somos severos cobradores das nossas próprias ações. No esforço de realizar tarefas que talvez nem nos digam respeito, tememos olhar em torno e constatar que muita coisa falhou. Se falharmos, quem haverá; de nos desculpar, de nos aceitar, onde nos encaixaremos, nesse universo de exitosos, bem-sucedidos, ricos e belos? Pois não se permite o erro, o fracasso, nesse ambiente perfeito. Duro dizer ‘amei torto, ignorei meus filhos, falhei com minha parceira ou parceiro, votei errado, fracassei na profissão, não ajudei meu amigo, abandonei meus velhos pais e esqueci meus sonhos’.”

Um comentário:

  1. Nilza,

    Parece ser uma grande obra.
    Beijos e bom domingo para você

    ResponderExcluir